A polinização é algo inerente à natureza, mas que os capitalistas neo-liberais da economia verde insistem, obviamente, em titular como um serviço ambiental. A polinização está em escassez, portanto, escassez no capitalismo é sinal de negócio, dinheiro, money. Já existem empresas especializadas em polinização, nas quais escravizam abelhas, e ao serem contratadas, vão até o local e soltam suas abelhas escravas para prestarem um serviço ambiental. Detalhe que abelha não recebe salário ou muito menos tem sindicato para defendê-las. Isso não é 1984 ou filme de ficção científica. Já é realidade em 2012, ano da Rio+20, onde a economia verde vai ser endeusada e a ecologia sepultada (Cíntia Barenho)

Anúncios