Seminário reúne referências em Agroecologia em Porto Alegre

Acadêmicos, pesquisadores, extensionistas e produtores rurais estarão reunidos na próxima semana, em Porto Alegre, para debater o papel da Agroecologia na promoção do desenvolvimento rural sustentável. O XI Seminário Internacional sobre Agroecologia e o XII Seminário Estadual sobre Agroecologia traz à cidade nomes como o professor espanhol, da Universidade de Jaen, Francisco Garrido Pena, o economista e professor da PUC-SP, Ladislau Dowbor, e produtores que obtêm êxito em experiências de produção Agroecológica, como a agricultora familiar de Cerro Grande do Sul, Cristiane Stefanowski. Os seminários acontecem de segunda a quarta-feira (28 a 30/11), no auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa, e a participação é gratuita.

A atividade traz como tema central “Outro Olhar Para o Desenvolvimento”, e promoverá a reflexão, discussão e a elaboração de propostas sobre os limites do modelo produtivo atual e as possibilidades de se construir novas relações, baseadas nos princípios da Agroecologia. Os painéis e palestras abordarão os limites, necessidades e possibilidades da relação de produção e consumo; um outro olhar para os agroecossistemas; reaprendendo o valor da biodiversidade; além de levantar os questionamentos sobre onde estamos e para onde vamos, debatendo a soberania, construção e distribuição da riqueza.

Através destas linhas, será oportunizada a discussão entre professores, extensionistas, pesquisadores e produtores, sobre as questões acadêmicas e práticas relacionadas à Agroecologia. Para o diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulus, o modelo produtivo vigente tem vida curta. “A sociedade é altamente degradadora, e isto está comprometendo a saúde das pessoas e do planeta. Será que este é o único caminho? Será que não existem outros estilos possíveis de vida e de relação entre ser humano e natureza?”, questiona Paulus.

O XI Seminário Internacional sobre Agroecologia e o XII Seminário Estadual sobre Agroecologia é realizado pela Emater/RS-Ascar, Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Fepagro, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Embrapa, Assembleia Legislativa e Governo do Estado do Rio Grande do Sul, com promoção da ABA-Agroecologia, Associação dos Servidores da Emater/RS-Ascar, Associação de Engenheiros Agrônomos de Porto Alegre, Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul, Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), Banrisul, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, Assembleia Legislativa, Grupo de Agroecologia Terra Sul, Núcleo Ecologia e Agriculturas da Guayí, MA/SFA/CPOrg, Movimento do Pequenos Agricultores, Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Secretaria Estadual de Meio Ambiente, universidades federais do Rio Grande do Sul e de Santa Maria.

A programação completa do XI Seminário Internacional sobre Agroecologia e do XII Seminário Estadual sobre Agroecologia está disponível no site da Emater/RS-Ascar: http://www.emater.tche.br, onde podem ser realizadas ainda as inscrições. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (51) 2125 3100, ou pelos e-mails plantec@emater.tche.br e agroecologia2011@emater.tche.br.

Participantes
Ladislau Dowbor é formado em economia política pela Universidade de Lausanne, na Suíça; Doutor em Ciências Econômicas pela Escola Central de Planejamento e Estatística de Varsóvia, Polônia (1976). Professor titular no departamento de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, nas áreas de economia e administração. Consultor para diversas agências das Nações Unidas, governos e municípios, conselheiro na Fundação Abrinq, Instituto Polis e outras instituições. Sua área principal de atuação é o ensino e organização de sistemas de planejamento.

Nos anos 1970, foi professor de finanças públicas na Universidade de Coimbra. A convite do ministro Vasco Cabral, tornou-se coordenador técnico do Ministério de Planejamento da Guiné-Bissau (1977-81). Foi consultor do Secretário Geral da ONU, na área de Assuntos Políticos Especiais (1980-81). Dirigiu vários projetos de organização de sistemas de gestão econômica, na qualidade de Assessor Técnico Principal de projetos das Nações Unidas, em particular na Guiné Equatorial e na Nicarágua. É consultor de vários governos, particularmente para a organização de sistemas descentralizados de gestão econômica e social (Costa Rica, Equador, África do Sul).

No período 1989-92 foi Secretário de Negócios Extraordinários da Prefeitura de São Paulo, respondendo em particular pelas áreas de meio ambiente e de relações internacionais. É autor e co-autor de cerca de 40 livros, e de numerosos artigos.

Francisco Garrido Peña – Doutor em Filosofia de direito pela Universidade de Granada e foi professor da Universidade de Jaén. Licenciado em Filosofia e Ciências da Educação, atualmente Professor Agregado de bacharelado de Filosofia da Universidade de Jaén, no Departamento de Filosofia de Direito, Moral e Política. Professor de Direito Natural na Faculdade de Ciências sociais e Jurídicas da Universidade de Jaén. Em 1982 fundou o coletivo de Ecología Urbana. Foi porta-voz na Andalcuia da Coordinadora de Organizações Ecologistas e Pacifistas da Andalucía (1985-1987), fundou a Federação Eco-pacifista Granadina (1991) e os Verdes de Andalucía (1989), encabeçou a candidatura da presidência do Governo pelos Verdes (1993) e foi Deputado dos Verdes no parlamento andaluz (1994-1996). É atualmente porta-voz estadal dos Verdes e Deputado por Sevilla, no Parlamento Espanhol.
Fonte: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar Jornalista Patrícia Strelow

Acesse a programação do Seminário AQUI

Faça a inscrição AQUI

Anúncios