12 de outubro, feriado religioso, mas que comemora-se o dia das crianças. Mais um dia capitalista de ampliarmos o consumo. Infelizmente são as crianças um dos principais alvos da “psicologia” pró consumo. Abaixo segue uma dica de filme bem crítico sobre a mercantilização e alienação anti-ecológica que fazem com as crianças. Será que aquele monte de educação ambiental, pouco transformadora obviamente, que fazem com as crianças nas escolas discute isso?Ou seria uma educação ambiental preocupada com o não jogar o lixo no chão, fechar a torneira pra escovar os dentes, etc e tal? Sim, podemos ensinar-fazer-mudar hábitos individualmente, mas discussões mais de fundo também são importantes de fazermos com as crianças. (Cíntia)

CRIANÇA, A ALMA DO NEGÓCIO
Um documentário sobre publicidade, consumo e infância.

Produtora: Maria Farinha Produções
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti

Sinopse: “Por que meu filho sempre me pede um brinquedo novo? Por que minha filha quer mais uma boneca se ela já tem uma caixa cheia de bonecas? Por que meu filho acha que precisa de mais um tênis? Por que eu comprei maquiagem para minha filha se ela só tem cinco anos? Por que meu filho sofre tanto se ele não tem o último modelo de um celular? Por que eu não consigo dizer não? Ele pede, eu compro e mesmo assim meu filho sempre quer mais. De onde vem este desejo constante de consumo?” Este documentário reflete sobre estas questões e mostra como no Brasil a criança se tornou a alma do negócio para a publicidade. A indústria descobriu que é mais fácil convencer uma criança do que um adulto, então, as crianças são bombardeadas por propagandas que estimulam o consumo e que falam diretamente com elas. O resultado disso é devastador: crianças que, aos cinco anos, já vão à escola totalmente maquiadas e deixaram de brincar de correr por causa de seus saltos altos; que sabem as marcas de todos os celulares mas não sabem o que é uma minhoca; que reconhecem as marcas de todos os salgadinhos mas não sabem os nomes de frutas e legumes. Num jogo desigual e desumano, os anunciantes ficam com o lucro enquanto as crianças arcam com o prejuízo de sua infância encurtada. Contundente, ousado e real, este documentário escancara a perplexidade deste cenário, convidando você a refletir sobre seu papel dentro dele e sobre o futuro da infância.

Veja o restante do documentário nos links abaixo:

Parte 2 – http://www.youtube.com/watch?v=UkcVM0Vcwd0

Parte 3 – http://www.youtube.com/watch?v=eq0gqEeaNL8

Parte 4 – http://www.youtube.com/watch?v=2d0DWuZsAfM

Parte 5 – http://www.youtube.com/watch?v=88v1i9BXTS8

Créditos finais –  http://www.youtube.com/watch?v=Oqk7uUnEurY

Com colaboração de http://srtabia.com/2009/05/crianca-e-consumo/

Anúncios