A mobilização dos riograndinos e de diferentes entidades locais, como o CEA, aparentemente fez o governo local recuar de absurda proposta. Diga-se de passaem, em ano eleitora,l quando busca-se incansavelmente financiamentos para as campanha…

A festa é da coletividade!!

Prefeito de Rio Grande dá pra trás

Deve ter festa entre os ambientalistas locais. O prefeito Fábio Branco, em entrevista coletiva, anunciou a retirada da pauta da Câmara dos Vereadores o projeto de lei nº 133, de autoria do Executivo, que prevê a revogação do inciso V da lei municipal 5.876/04, que proíbe Rio Grande de receber lixo de outros municípios. A decisão foi tomada, segundo Branco, atendendo pedido dos vereadores da bancada de sustenção do governo no Legislativo Municipal. Na verdade, o prefeito sentiu o calo apertar. A questão iria para Câmara na segunda-feira. A Brigada já estava de sobreaviso. Haveria baderna. A imagem de Branco já sofria forte queda com este projeto, rejeitado por parte da comunidade. Os vereadores fizeram o alerta e o prefeito topou. A ideia de Branco é criar uma nova fonte receita. As cidades da região mandaria seus resíduos sólidos para Rio Grande, que cobraria pelo serviço. O prefeito diz que o projeto pode não ter sido bem interpretado por alguns segmentos da sociedade. Para amenizar, faz questão de frisar que o processo só abre a possibilidade de se discutir com a sociedade essa alternativa. Agora o projeto fará outro caminho. Os vereadores vão elaborá-lo e discuti-lo com a comunidade.

Fonte Rumos do Sul

SUGESTÃO DE LEITURA>> Relatório aponta Rio Grande como segundo preço mais caro (Aqui)

Anúncios