Excelente artigo de Pádua, reconhecida referência na temática das Unidades de Conservação (UCs). Seguimos com os processos de criação e efetivação de UCs cada vez mais enfraquecidos e,  pelo jeito, se esperarmos algo vindo do presidente do Instituto Chico Mendes (ICMBio) – teoricamente o órgão federal responsável pelas UCs – o futuro não é nada promissor. O pior pesadelo é seguirmos a assistir tal descaso ambiental.

meio_ambiente_by_bebecca

por Maria Tereza Jorge Pádua

O pior dos pesadelos é assistir, em um programa dominical chamado Globo Rural, o presidente do instituto responsável pela administração das unidades de conservação da natureza no nível federal, atacar o objeto principal de sua responsabilidade. O mínimo que pode desejar aqueles que viram o depoimento do Presidente do Instituto Chico Mendes (ICMBio) é que ele seja demitido imediatamente.

As declarações de quem deveria primeiramente e mais que qualquer outro brasileiro, defender as unidades de conservação e as áreas de preservação permanente (as já bem conhecidas APPs), sobre quão injusto é se estabelecer unidades de conservação “onde tem gente” sem desapropriá-los imediatamente e;  a necessidade de se mudar o Código Florestal, pareciam ser proferidas por um inimigo da biodiversidade e não por alguém que tem o dever de protegê-la e de defender as unidades de conservação, onde a biodiversidade encontra seu único porto seguro. [Segue…]

Para ler o restante artigo acesse ((O)) ECO

Anúncios